Acessar área restrita: | Esqueci a senha | Relatar problema no login

Mais uma vez o SITESP rechaça informações inverídicas publicadas pela SEFAZ (Post Aberto)

sitesp em foco

Prezados(as) Colegas TEFEs, na tarde de hoje, a Diretoria Executiva rebateu mais absurdos publicados na imprensa sobre nossa carreira. Veja a matéria enviada aos órgãos de imprensa de todo o Estado:

SITESP não se conforma com as práticas antissindicais e com o explicito abuso de poder e intransigência da Administração Fazendária.

Desde o dia 11/07, os Técnicos da Fazenda Estadual de São Paulo, estão em greve. A Secretaria da Fazenda, desde então, insiste em publicar notas fantasiosas, recheadas de inverdades sobre a carreira em sua página da internet.

Visando por um ponto final às práticas antissindicais da SEFAZ / SP, o SITESP, através de seu Departamento Jurídico impetrou, no último dia 19, Mandado de Segurança na justiça paulista. O julgamento do MS, ocorreu na última segunda-feira (25), e seu resultado pode ser verificado abaixo.

Ontem, 28, Técnicos da Fazenda Estadual de todas as regiões do Estado, se reuniram em frente ao Palácio Clóvis Ribeiro, sede da Secretaria da Fazenda, na capital, para demonstrar a indignação com que o Governo Estadual tem tratado a carreira.

A manifestação contou com o apoio de entidades sindicais de outras carreiras de servidores públicos Estaduais e Municipais, inclusive do SINAFRESP – Sindicato dos Agentes Fiscais de Rendas de São Paulo, com a efetiva participação de 200 AFRs, com a presença do Deputado Federal Major Olimpio, e do Sr. Celso Gianazzi, que no ato representou seu irmão, o Deputado Estadual Carlos Gianazzi.

Após mais de uma hora, em frente a SEFAZ / SP, os Técnicos adentram o prédio se dirigindo ao Gabinete do Secretário, na tentativa de retomar o processo de negociação. Infelizmente, o Sr. Secretário, intransigente decidiu afrontar os manifestantes, passando entre os servidores, causando ainda mais indignação dos Técnicos da Fazenda Estadual.

Descompensado, visivelmente alterado, agressivo, o Secretário Villela, sequer cogitou a hipótese de retomar as negociações. Atitude fácil para um senhor que tem vencimentos acima de 90 mil / mês, quando o teto remuneratório do Estado de São Paulo é atrelado a remuneração do Sr. Governador, de pouco mais de 20 mil / mês, frente a uma carreira inteira de servidores que amarga mais de 10 anos sem nenhum aumento ou reposição salarial, e que tem um salário-base inicial de R$ 682.

Ainda ontem, a SEFAZ, publicou outra nota de esclarecimento, que visa distorcer os fatos, alegando que “o movimento paredista dos TEFEs, não traz efeitos ao pagamento dos servidores estaduais e não causa absolutamente qualquer impacto na arrecadação do Estado”, se não traz impactos, porque a preocupação com o movimento então? Porque o medo de encarar de frente servidores concursados do quadro permanente da pasta?
Informa ainda, que “serão adotadas medidas necessárias a fim de que seja respeitado o percentual mínimo de 30% dos servidores no exercício de suas funções”, esforço totalmente desnecessário, pois o SITESP, em nenhum momento deixou de ter esse contingente mínimo nas unidades Fazendárias de todo o Estado.

De novo informam na nota que “é impossível os Técnicos, cargo de nível médio, serem classificados como de nível superior”, engraçado: rebaixar de forma inconstitucional, pode. Fazer justiça, reconhecendo o equívoco, não!!

Outro ponto a destacar: “nenhuma proposta de aumento salarial foi incluída na pauta dos encontros”, isso só prova que a direção da SEFAZ está envelhecida, pois aquilo que não se anota, se esquece!!

No primeiro encontro entre SITESP e SEFAZ em 2015, apresentamos uma pauta de reivindicações contendo dez (10) itens, entre eles a aplicação do reajuste proposto em 2012 do qual tanto falamos, inclusive apresentando ofícios resposta da Casa Civil, datados de janeiro/15 e março/15 onde se reconhece a proposta e informa ao SITESP que o percentual será aplicado em momento oportuno. Ridículo, se não tem o que dizer, não diga!!

Além de não respeitar seus servidores, não demonstra respeito pela sociedade paulista que precisa do atendimento pleno realizado pelos Técnicos da Fazenda Estadual em todas as unidades Fazendárias do Estado de São Paulo.

Anexamos a esta nota, cópia da liminar do MS concedida em 25/07 e cópia da Nota de Esclarecimento publicada no site da SEFAZ em 28/07.

Juntos somos muito mais!! Precisamos manter a união e o foco de todos.

11 Respostas para Mais uma vez o SITESP rechaça informações inverídicas publicadas pela SEFAZ (Post Aberto)
  1. JOSE ROBERTO DE OLIVERA NEVES disse:

    Pois é nossa carreira não é importante, não participa da arrecadação, não tem participação nenhuma com relação ao pagamento dos servidores Estaduais, etc…etc…etc….

    Gostaria muito que o Senhor 90.000,00 por mês, respondesse então sobre o resultado da arrecadação do PEP, 1ª, 2ª e 3ª fases, 2013/2014/2015 e meses de 2016, que carreou ao Erário a irrisória quantia de R$ 12,301.872.981,41 (Doze bilhões, trezentos e hum milhões, oitocentos e setenta e dois mil, novecentos e oitenta e hum reais e quarenta e hum centavos) quem foi que ficou na linha de frente, atendendo o público e promovendo a entrada e movimentação dos documentos que ensejaram a arrecadação dessa mixaria.
    Os assistentes dele??…ou talvez os da CAT???……ou seriam os do Sr. CGA???……fica aí a pergunt a ser levada ao Sr. R$ 90.000,00 por mês para que ele ou alguém por ele responda.

  2. heliete manteck godinho fanelli disse:

    Meus parabéns a todos os colegas Tefes somos todos SITESP somos todos Joaquim, pode continuar com o nosso apoio

  3. Cássia Aparecida Rosa disse:

    Excelente matéria.

  4. GUILHERME HOSSOKAWA disse:

    O utilização da mentira sempre foi um expediente que o(s) Secretário(s) e a administração se valeram para ludibriar a nossa carreira por longos anos. Inúmeras promessas não cumpridas (por parte deles), mas que tiveram sua “utilidade” objetiva, pois conseguiram esvaziar nossas mobilizações.

    A nota da administração no primeiro dia da Greve, juntamente com a Resolução retaliatória da ASU, fizeram cair a máscara e desnudaram por completo as reais intenções deles para conosco. A nota publicada ontem no site institucional da Sefaz só faz corroborar isto.

    O Mandado de Segurança impetrado pelo SITESP e a consequente Liminar concedida foi um tremendo TAPA NA CARA destes mercenários do serviço público paulista. Uma tremenda vitória do Sindicato e da nossa carreira frente a um grupo político que está a frente do governo desde 1995.

    Colegas, precisamos PERSISTIR na mobilização do movimento grevista. Ameaças de corte do ponto, a tentativa de desmerecimento da carreira e as mentiras proferidas pela administração demostram não apenas a prática político/administrativa deles, mas também que a Greve tem incomodado e muito.

    Continuemos mobilizados. Cada dia de Greve, com intensa mobilização, vai enfraquecer o ímpeto deles.

    Para os Técnicos com carreira longa, a oportunidade de aposentar com dignidade. Para os Técnicos procedentes do último concurso, a oportunidade de vencimentos mais dignos e quem sabe, com as atribuições reais formalizadas.

    Vencer esta primeira grande batalha vai fazer crescer, com toda a certeza, o sentimento de temor desta administração com futuras mobilizações. Mas o sucesso das futuras mobilizações depende, e muito, da nossa persistência e da nossa vitória nesta Greve. Eles já saberão com quem estão mexendo.

  5. alba de rossi windlin disse:

    Gabrielly isso que você leu acima é o texto que foi para a imprensa juntamente com cópia do MS( que todos tivemos acesso) e mais a nota que a administração lançou na pagina da SEFAZ ( que todos tb tem acesso)

  6. GABRIELLY PENA DINIZ disse:

    Essas notas, do SITESP, não poderiam ser colocadas em aberto para que todos que verifiquem o site possam ver e se esclarecer com relação ao que a Fazenda publica vem dizendo???

  7. JOSE ANTONIO CAETANO disse:

    Muito bem fundamentado: Estamos contigo SITESP. Valeu Joaquim

Deixe uma resposta